White Flow

Os seres humanos, por muitas razões deixam dormindo sua parte espiritual. 

Nasci no Brasil. Um país pobre que morei e vi de perto como existem pessoas pobres e que necessitam de ajuda. Meus pais me ensinaram a praticar a virtude "compaixão" desde pequena. Há três anos prometi fazer algo pela solidariedade e paz despois de terminar um programa de Resolução de Conflito com políticos de Israel e Palestina. Assim, pensei em criar um projecto pessoal, o WHITE FLOW. Os projetos WHITE FLOW possuem sempre um "desafio de correr" e uma mensagem de "paz, solidariedade ou sustentabilidade".

WHITE FLOW CAMINO DE SANTIAGO ( Outubro/2012 )

Desafío: Correr o Camino de Santiago de Compostela, famoso caminho de pelrgrinos que atravessam França e Espanha pelas montanhas, caminhos, trilhas e povoados. São 860 quilômetros em 10 dias sem equipe de apoio e dormindo em albergues da França até Espanha.

Solidaridade: Visitar e arrecadar fundos para crianças com câncer. Ajudar uma Fundação Espanhola e uma Fundação Brasileira.

* Primeira mulher a correr o Camino de Santiago de Compostela / World Record / 10 dias.

WHITE FLOW FAVELA DA ROCINHA ( Fevereiro/2013 )

Desafío: Correr pelo interior da favela mais perigosa e maior do Brasil, passando por trilhas, escadarias, becos desta "montanha diferente" uma ascenção vertical, desde a base até os dois picos mais altos da favela.

Paz: Hoje existem 1.500 favelas no Río de Janeiro / Brasil . Rocinha tem 850 metros quadrados e 59.000 habitantes, é a maior do Rio e de todo país e é uma das favelas que almeja a pacificação. O objetivo de Fernanda foi colaborar com a consolidação da paz através do eeporte, mostrando que é possível correr ou caminhar pelas trilhas da favela com segurança. Esto apenas é possível graças a ajuda do processo de pacificação das favelas do Rio de Janeiro, um programa de segurança desenvolvido pela Secretaria do Estado do Rio de Janeiro. Desta forma, o governo está recuperando territórios que haviam sido ocupados durante décadas pelo tráfico de drogas e armas. Com a criação das Unidades de Pacificação Policial, as UPP's, o programa trata de aproximar a polícia e os moradores da Rocinha para desenvolver atividades sociais.

* Hoje existem provas de corrida e de Mountain Bike dentro da Favela da Rocinha .

WHITE FLOW NEPAL ( Novembro/2013 )

Desafio: Correr a Everest Trail Race, uma das provas mais duras do mundo, 160 quilômetros com 29.000 metros de desnível total em seis dias.

Solidariedade: Depois desta longa prova pelas montanhas altas do Himalaya, Fernanda seguiu correndo até Kailash Home, uma base próxima de Kathmandu. Este projeto ela trabalhou junto à Fundação Montaineers for Himalaya (organização existente em Andorra que tem como objetivo reunir os esforços da comunidade das montanhas para promover projetos de educação básica na área da cordilheira dos Himalayas). Fernanda dividiu parte de sua experiência correndo com as crianças da Fundação, ou seja, de Katmandú até Kailash Home correndo com 100 meninos e meninas que moram em Kailash Home para estudar .

* Cameã da Everest Trail Race (tempo record).
* Fãns e patrocinadores de Fernanda enviaram material de montanha e livros para a sede da Fundação.
* Kailash Running Club foi criada depois da visita de Fernanda.

WHITE FLOW ACONCAGUA (Janeiro/2016)

Desafío: récorde femenino do Aconcagua, subir e descer correndo a montanha mais alta das Américas, 6.989 metros de altura. Primeira mulher em conseguir, 22h52min (subida e descida desde a porta do parque), 14h53min (subida ao cume desde a porta do parque).

Sustentabilidade: Limpar o Parque Nacional Aconcagua, mostrar como se recicla dentro de um parque.

twitter: @ whiteflowrun www.facebook.com/whiteflowrun insta: @whiteflowrun
VIDEO: (http://www.redbull.com/es/es/adventure/stories/1331781672535/record-ascenso-aconcagua-montana-fernanda-maciel-video)
 
 
WHITE FLOW NEPAL
 
montanhas do Himalaia substituído pelo barulho e a atividade frenética de Kathmandu. Dizer que o Everest Trail Race tinha sido uma experiência seria uma subestimação. Fui muita sorte de viajar para alguns lugares bonitos e siguir algumas corridas incríveis no último par de anos, mas o ETRace, Nepal e o esplendor visual do Everest e seus picos irmãos foram uma alegria para os olhos .

Como fotógrafo (entre outras coisas), Nepal foi sempre um sonho. Gosto de ver a cultura , as pessoas e a vida de um lugar diferente desdobrando diante dos meus olhos , e se eu acerto, espero ter capturado tudo em imagens. A diversidade da região , o ruído , o congestionamento , e o zumbido de Kathmandu, para as trilhas abertas e os prazeres simples da região do Khumbu foi uma experiência que eu vou levar comigo para sempre. Eu vou voltar para o Nepal , mas será diferente da próxima vez. Isso nunca vai ser como a primeira vez , a primeira vez é única.

À medida que desembarco em Kathmandu, corredores e funcionários da ETR começou a dizer , "é demais''.

...O dia final chegou. É uma coisa muito definida a palavra 'final' . Eu queria garantir que o meu último dia foi o início de algo mais e para isso eu estava feliz por voltar a estar envolvido no White Flow Nepal.

Fernanda Maciel, vencedora feminina da Everest Trail Race e segunda colocada geral teve me perguntando há alguns meses que eu poderia estar presente no dia de seu projeto. Tudo surgiu em uma entrevista de pré- corrida para o ETR .
 

FERNANDA MACIEL, na sequência do seu White Flow Brasil (Favela da Rocinha) decidiu realizar o White Flow Nepal correndo uma das ultras mais difíceis do planeta a Everest Trail Race (160km e 39.000m acumulados em 6 dias) pelo vale Kumbo e continuar correndo após a prova para ajudar as crianças que vivem no " Mountaineers for Himalaia Foundation (www.mount4him.org ).

A Kailash Home é uma espécie de internato onde moram estas crianças. Uma organização de caridade Nepali que fornece educação e cuidados para crianças carentes. Atualmente, 92 crianças são hospedados em Kalaish.


Despejados de três edifícios de aluguel, as crianças de Kalaish Home ganharam uma casa através de doações e esforços de caridade. Essas doações permitiu a fundação construir um hostel composto por três edifícios, uma sala de jantar / administração , dormitório para meninos e outro para as meninas. Localizado no vale calmo de Gorkarna fora do centro de Kathmandu, eles criaram um ambiente seguro e estável para as crianças. Os edifícios foram inaugurados pelo embaixador dos EUA no Nepal em 2007. Após o terremoto no Nepal, alguns dos edifícios foram destruídos e as crianças passaram a dormir em barracas no quintal. 


Educação, saúde, atividades extra- curriculares, horta , música, dança , natação e montanhismo são as atividades que as crianças, vindas das partes mais remotas do Nepal com fronteira do Tibete, realizam. A principal razão para isso foi a falta de instalações que áreas remotas ofereciam. Por exemplo , a escola mais próxima era de três a quatro horas a pé. As crianças são aceitas a partir de 5-7 anos e são cuidadas até se formarem. É um ambiente extremamente acolhedor e feliz.


Fernanda quis fornecer alguma ajuda , não importa quão pequena. Então, armada com sacos de roupas esportivas, livros em inglês e com a ajuda de OVERSTIM.s , Compressport BrasilCompressport e The North Face, Fernanda, além do material, trouxe motivação e alguns ensinamentos a estas crianças. 


Nossa experiência começou no Hotel Shanker , fomos apanhados por funcionários da escola e juntou-se por vários dos alunos mais velhos. Saindo do centro de Kathmandu de um templo budista, corremos pelas ruas caóticas para o albergue em Gorkarna . Cruzando o tráfego , passando casas, lojas e terrenos agrícolas, progredimos ao longo de um percurso de 7 km e as crianças da escola se juntaram a nós em diferentes fases. O mais perto que estavam à nossa chegada, as mais jovens crianças estavam aos 200m finais quando, apareci Fernanda e elas se juntavam para correr ao lado da brasileira.


Foi uma experiência e tanto! A alegria, o riso , os aplausos e, o mais importante, os sorrisos, fizeram todos os passos desta corredora a executar uma etapa maravilhosa a mais em sua corrida para algo mais positivo. Eu não poderia ver uma imagem mais bonita, depois de tudo que eu tinha experimentado nos últimos 12 a 13 dias. E eu pude ver tudo isso fazer sentido nesta jornada final. Nós estávamos fazendo algo pequeno mas que estava fazendo e criando um enorme impacto.

Na escola, Fernanda foi recebida como uma rainha. A bandeira tinha sido colocada em um muro da escola parabenizando-a pela sua vitória na Etr Everesttrailrace. No campo de futebol, as crianças formaram um grande círculo e, em seguida, sob a instrução da campeã da ETR, todos eles realizaram alguns alongamentos simples.


Dentro da sala de jantar, uma surpresa. Uma vez por mês , os aniversários são comemorados e hoje um bolo adicional foi feito, um para Fernanda . Juntando-se ao meio das crianças, Fernanda se misturou perfeitamente. Sorrindo como uma criança pequena, Fernanda abraçou os aniversariantes e quando chegou a bolo, ela seguiu a tradição por manchar os rostos das crianças com pedaços de bolo. Em um lugar onde a comida é uma mercadoria tão preciosa , foi maravilhoso ver as crianças, independentemente da idade, autorizadas a ser crianças.

Toda a experiência foi gratificante, edificante e reconfortante. Nepal e seu povo são especiais. Entre a beleza e a diversidade testemunhei grandes extremos . Pobreza em uma escala que não testemunharia antes e este foi contrastado por algumas das paisagens mais dramáticas e bonita que eu tive o prazer de presenciar. Crianças de Kalaish Home e em outros lugares como este são a ponta do iceberg. Deixo Nepal não com algo chegando ao fim, mas com um começo. Eu testemunhei no rosto de cada criança que nossos artigos 'descartáveis' poderia gerar felicidade, carinho e prazer. É hora de olhar para dentro e pensar: 'o que eu posso fazer para ajudar? " Acredite em mim, a doação de roupas, brinquedos, livros, materiais de escrita ou uma doação de, digamos, 10 £ , literalmente, pode fazer uma enorme diferença.


Agradeço sinceramente a Fernanda Maciel, o pessoal e as crianças de Kalaish home por ter me oferecido a oportunidade de experimentar algo que permita-me a oportunidade de olhar para dentro e encontrar uma forma de ajudar no futuro.

Namaste, Fernanda Maciel! 

Ian Corless!


*Esta fundação é privada e foi criada por alpinistas para ajudar as crianças nascidas em regiões remotas e montanhosas do Nepal a conseguirem ter educação.
 

 

 

<div text_exposed"="">O projeto contunia ativo. Fernanda Maciel criou uma linha de jóias chamada White Flow (com pulseiras e colares) onde 50% do valor de cada jóia vai para Kailash Home.

 

WHITE FLOW - ACONCAGUA

 

Meu sonho é subir e descer o cume do Aconcagua o mais rápido possível! Aconcagua é a montanha mais alta da América com 6.960m (22.837 pés). Ele é um dos Sete Cumes e o único fora dos Himalaias. Durante os últimos anos, e também em janeiro deste ano muitas mulheres ultramaratonistas tentaram o record, mas nenhuma conseguiu esta experiência todavía. Minha experiência também foi difícil, -30 graus, 50 km/h de vento, treiando e vivendo em lugares selvagens e de alta montanha sozinha e sem tanto oxigênio! Passei 45 dias de treinamento em altitude elevada, correndo e explorando montanhas de 5000 metros e 6000 metros a cada dia, contemplando paisagens mágicas. Mas, durante o "dia do record" não consegui solucionar minhas sensações corporais tão ruins, os problemas de alta altitude e a desidratação,  fiquei doente com febre, dor de cabeça, resfriado, tosse ... e provavelmente inicio de um edema pulmonar no final. Eu comecei a correr às 3 da manhã a base de 2,800m e parei nos 5,900m de altura. Era difícil para minha mente, porque uma semana antes eu estava correndo muito bem e confiante no meu corpo, aclimatação e emocions. Voltarei em janeiro de 2016 para tentar novamente. Eu não consigo parar de sonhar.


Sustentabilidade:

Como ex-advogada ambiental no passado, trabalhei com programas de reciclagem. Esta é a razão pela qual eu estava interessada em aprender e compartilhar como um grande parque natural de reciclagem de lixo pode tem! O Parque Aconcagua tem 3 maneiras de lidar com o lixo! 1) Saco plástico para lixo pessoal. 2) As empresas de expedição cuidam de todo o grande lixo. 3) O helicóptero carrega e tira da montanha 28,000 kg resíduos fecais (merda) que escaladores deixam em alta altitude (existem cerca de 7.500 escaladores por temporada)! O parque está feliz com este trabalho, mas ainda é ruim, porque o sistema de reciclagem não funciona. Todo o lixo vai do Parque a cidade grande Mendoza, mas não é reciclado lá! Falei com o cônsul em Mendonza, e estão tentando concentrar o lixo para reciclagem em outros lugares perto de Mendonza.

WHITE FLOW - NEPAL

Entre os dias 3 e 15 de novembro, a ultra-maratonista de montanha brasileira e atleta global da equipe The North Face Fernanda Maciel correrá a Everest Trail Race. Será sua primeira prova em estágios, somando 160 quilômetros e 29.000 metros de desnível acumulado (positivo e negativo) em cinco dias de corrida.


Mas ela quer fazer mais pelo Himalaia. Desde seu ultimo “White Flow Brasil – Favela da Rocinha”, ela está preparando seu próximo projeto em colaboração com a Fundação Montanhistas pelo Himalaia (organização fundada em 2002 no Condado de Andorra com o objetivo de reunir esforços da comunidade montanhista para promover projetos de educação básica na região dos Himalaias): o
“White Flow Nepal”.

Como colaborar?

Doando material de montanha ou livros em inglês, enviando à sede da fundação (endereço abaixo).

A sua ajuda é muito importante para ajudar-nos a conseguir a maior colaboração possível.

Mais informações em breve.

Para mais informações:

www.fernandamaciel.es e www.everesttrailrace.com

Fundació Muntanyencs per l’Himàlaia

www.mount4him.org

Plaça de la Germandat, 9
AD600 Sant Julià de Lòria - Andorra

 

foto:google
 
 
WHITE FLOW FAVELA DA ROCINHA - RIO DE JANEIRO
 
No Rio de janeiro existiam três principais facções do tráfico de drogas e armas: Comando Vermelho (CV), Terceiro Comando (TC) e Amigos dos amigos (ADA) que disputavam o poder por armas, drogas e criminalidade.  Há dois anos atrás, não seria factível este projeto dentro desta favela tida como a mais perigosa do país. Uma pessoa correr dentro de uma favela era a melhor mira para um bandido descarregar sua arma de fogo e demonstrar seu poderio, configurando apenas um simples assassinato a mais.
 
Foto: Bruno Senna
 
A pacificação implantada na favela da Rocinha foi um programa novo elaborado pela Secretaria de Estado de Segurança e que tem tido resultado positivo através das Unidades de Polícia Pacificadoras (UPPs) que aproxima a polícia da população e implanta programas sociais nas comunidades antes negligenciadas.
Obtive quatro licenças para poder correr e gravar dentro da Favela. Também fui acompanhada por um corredor e morador da Rocinha para que monstrasse qual era o percurso mais bonito e mais seguro até o topo desta “montanha”. Hoje existem “moto-taxis” que transportam os moradores até suas casas no ponto mais alto do morro da Rocinha.
Eu larguei correndo da base da favela, subindo pela rua principal, passando por ruelas, escadarias e becos até atingir o alto do Pico da Dionésia coberta pela mata atlântica. Desde o Pico da Dionésia, desci em direção à base da UPP (Unidade Policial de Pacificação) subindo novamente pela rua principal da Rocinha finalizando esta “vertical climb” na cima mais famosa, o Pico do Visual. No total foram 4,2 km mais 400m de desnível positivos desde o nível do mar num tempo de 25’08’’min. A rua principal da favela estava bem tumultuada por serem dias de Carnaval no Rio de Janeiro. Muitos carros, moradores e policiais transitavam pelo local. Visitei crianças e dei uma “aula”, brincando de como correr em subidas.
 
Foto: Bruno Senna
 
Hoje existem duas provas organizadas dentro da favela, uma de mountain bike com a ajuda da fiscalização do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e outra de 10 km de corrida de rua. Estes são alguns dos trabalhos que acontecem após a implantação das UPP’s.
Na minha opinião, esta estabilização da comunidade e a ocupação definitiva das UPP’s deveria ter acontecido há mais de 100 anos atrás. A segurança pública é o tema de maior importância a ser tratado hoje no Rio. Uma bala de fuzil chega a alcançar cinco mil quilômetros de distância, o desarmamento foi o maior êxito dentro da Favela da Rocinha. 
Segundo especialistas, a criminalidade está em todos os lugares do mundo, Paris, Barcelona, Hong Kong, Chigado, Miami, África do Sul.  
O governo do Rio de Janeiro tem trabalhado severamente nesta evolução e promete pacificar mais 40 favelas até a Copa do Mundo em 2014 e outras 60 mais até as Olimpíadas de 2016. O governo e a população acreditam neste processo. Aos poucos a melhoria acontece e é exemplo para outros estados brasileiros e cidades ao redor do mundo.
Estou muito feliz em ter vivido esta experiência e saber que seja no futebol, na capoeira ou na corrida, as crianças hoje tem a oportunidade de praticar esporte dentro da favela, bem diferente de antes, que cresciam brincando com armas de fogo e com a venda de drogas.   
 
Foto: Bruno Senna
 
WHITE FLOW - FAVELA DA ROCINHA - RIO DE JANEIRO
 
A paz é possível!
Hoje, existem mais de 1.500 favelas no Rio de Janeiro / Brasil. Rocinha, tem cerca de 850 metros quadrados e 56.300 habitantes, é a maior favela desta cidade, como também de todo o país, e é uma das favelas que estão em processo de pacificação. Será lá, em pleno Carnaval, onde Fernanda Maciel executará seu novo projeto, White Flow Favela da Rocinha. Correrá por becos, escadarias e caminhos pequenos desta "montanha diferente" em uma subida vertical, desde a sua base até o topo. Seu desafio é contribuir para o fortalecimento da paz por meio do esporte, trabalhando com as pessoas para ver que é possível hoje correr ou caminhar por suas ruas com segurança, mostrar que as favelas não são sinônimo mais de perigo.
 
O projeto de Fernanda acontecerá no próximo sábado e domingo, 9 e 10 de Fevereiro, com a participação da produtora de Bruno Senna (Raw Production). 
Em breve o vídeo do White Flow Favela da Rocinha será apresentado!
 
* Este projeto só é possível graças ao processo de paz nas favelas do Rio de Janeiro, um programa do Ministério da Segurança do Estado que vela recuperar os territórios ocupados há décadas pelo tráfigo de drogas e por "militantes" (polícia corrupta). Através da criação de Unidades de Polícia Pacificadora, as UPPs, o programa tenta trazer a polícia mais próxima à população, e fortalecer as atividades sociais.
 
Para assistir imagens da Favela da Rocinha: http://youtu.be/Lo0_m7g4zEs
 
Foto: Leszec 
 
White Flow - Caminho de Santiago

Desde a descoberta da tumba de São Tiago, no século IX, o Caminho de Santiago se tornou a mais importante rota de peregrinação na Europa medieval. Inúmeros peregrinos, movidos pela fé, percorriam o caminho até Compostela vindo de diversos países europeus. Assim foi o ponto de partida de um desenvolvimento artístico, social, cultural e econômico que deixou a sua marca ao longo do Caminho de Santiago. Em 1993, ano de São Tiago, houve o ressurgimento do peregrino. A mistura de religiosidade, esporte, desafio, a busca de auto conhecimento, o estilo românico e gótico, incluindo cavaleiros templários entre lendas e milagres fazem do Caminho de Santiago uma grande experiência. Normalmente as pessoas andam uma média diária de 25 a 30km do Camino em 31 dias completando todo o caminho francês. Caminho Francês é tido como o mais importante e popular para fazer o Caminho de Santiago, por exemplo, no ano de 2009, foram 145.877 peregrinos. 

* Por que correr Camino de Santiago: Há três anos atrás, ao finalizar um programa com políticos de Israel e Palestina, fizemos um compromisso de que cada um faria algo pela solidariedade e pela paz. Assim, resolvi correr o Camino. 

* Objetivo do Projeto White Flow: Arrecadar fundos para associações que ajudam o Câncer Infantil. Uma associação espanhola (www.afanoc.org) e uma brasileira (www.abrale.org.br. Fernanda Maciel correrá como peregrina. Correrá os quase 900km em 10 dias sem qualquer apoio e dormindo em albergues de peregrinos. Ela escolheu o caminho francês de Saint Jean Pie de Port à Santiago de Compostela.

* Quando: 02-11 de outubro de 2012.

programador web freelance Barcelona